01

Um passo direcionado à paz

Foi realizada, na tarde desta quinta-feira (12), uma reunião no Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), convocada pela procuradora distrital de direitos do cidadão, Maria Rosinete Lima, para tratar de assuntos relacionados à violência nos estádios de futebol do DF. O ato foi convocado por ocasião de ações que a Comissão Nacional de Segurança no Esporte pretende tomar daqui para frente.

Além da procuradora, estiveram presentes o promotor Paulo Binicheski, integrante da Comissão em questão; o diretor técnico da Federação de Futebol do DF (FFDF), Márcio Coutinho, o secretário adjunto de relações institucionais do Governo de Brasília, Apolinário Rebelo; além de representantes da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer; da Polícia Militar do DF (PMDF) e de quatro times da capital (Gama, S. E. Planaltina, Capital e Sobradinho).

Após um debate bastante produtivo entre as partes presentes, ficou deliberado, por determinação do promotor Paulo Binicheski, que todos os clubes do DF terão 30 dias, a contar da data da reunião, para cadastrar todos os principais dirigentes e componentes de torcidas organizadas existentes dentro do futebol local. A FFDF será parte fiscalizadora do processo.

Para a agremiação que pretende enviar o cadastro direto ao MPDFT, basta enviar as informações para o e-mail: procdist@mpdft.mp.br. O documento cadastral com os dados de todos os integrantes da (s) torcida (s) organizada (s) deve ser enviado até o dia 14/05/2018, impreterivelmente. A ação faz parte do Procedimento Administrativo: 08190.017999/14-16.

Ascom FFDF